Total de visualizações de página

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

"Nós olhamos muito: olhamos através de lentes, telescópios, tubos de televisão ... 
O nosso olhar torna-se mais aperfeiçoado dia a dia - mas nós vemos cada vez menos. Nunca foi tão urgente falar sobre ver. Cada vez mais os aparelhos e objetos, de câmeras a computadores, de livros de arte a vídeos, conspiram para assumir o controle do nosso pensar, do nosso sentir, do nosso experienciar, do nosso ver.  Nós simplesmente assistimos, somos expectadores ... 
Somos 'sujeitos' que olham 'objetos'. Rapidamente colocamos rótulos em tudo que existe, rótulos que são grudados uma vez para sempre. Através destes rótulos reconhecemos tudo, mas não VEMOS mais nada. Conhecemos os rótulos em todas as garrafas, mas não provamos nunca o vinho. 
Milhões de pessoas, sem o prazer de ver, zunem pela vida em seu semi-sono, batendo, chutando e matando o que mal conseguiram perceber. Elas jamais aprenderam a VER, ou esqueceram que o homem tem olhos para VER, para experienciar".

- Frederick Franck in Descobrindo Crianças, de Violet Oaklander     


Nenhum comentário:

Postar um comentário