Total de visualizações de página

terça-feira, 30 de abril de 2019

“Nunca temamos os ladrões nem os assassinos. 
Estes são perigos externos, pequenos perigos. Temamos a nós mesmos. 
Os preconceitos, esses são os ladrões; os vícios, esses são os assassinos. 
Os grandes perigos estão dentro de nós. 
Que importa o que ameaça nossa vida ou nossas bolsas?!
 Preocupemo-nos apenas com o que ameaça nossa alma”.

- Victor Hugo em "Os Miseráveis"


segunda-feira, 29 de abril de 2019

"As pessoas gostam de ouvir músicas com as palavras que elas tem medo de dizer".

domingo, 28 de abril de 2019

“Ensaia um sorriso 
e oferece-o a quem não teve nenhum. 
Agarra um raio de sol 
e desprende-o onde houver noite. 
Descobre uma nascente 
e nela limpa quem vive na lama. 
Toma uma lágrima 
e pousa-a em quem nunca chorou. 
Ganha coragem 
e dá-a a quem não sabe lutar. 
Inventa a vida 
e conta-a a quem nada compreende. 
Enche-te de esperança 
e vive á sua luz. 
Enriquece-te de bondade 
e oferece-a a quem não sabe dar. 
Vive com amor 
e fá-lo conhecer ao Mundo”.

- Gandhi em "À Descoberta do Amor"


sábado, 27 de abril de 2019

"Não confunda suavidade com fraqueza. Só um homem forte consegue ser suave 
com uma mulher".
- Lisa Kleypas

sexta-feira, 26 de abril de 2019

Afinidade

"A afinidade não é o mais brilhante, mas o mais sutil, delicado e penetrante dos sentimentos. E o mais independente. Não importa o tempo, a ausência, os adiamentos, as distâncias, as impossibilidades. Quando há afinidade, qualquer reencontro retoma a relação, o diálogo, a conversa, o afeto no exato ponto em que foi interrompido. Afinidade é não haver tempo mediando a vida. É uma vitória do adivinhado sobre o real. Do subjetivo para o objetivo. Do permanente sobre o passageiro. Do básico sobre o superficial.

Ter afinidade é muito raro. Mas quando existe não precisa de códigos verbais para se manifestar. Existia antes do conhecimento, irradia durante e permanece depois que as pessoas deixaram de estar juntas. O que você tem dificuldade de expressar
a um não afim, sai simples e claro diante de alguém com quem você tem afinidade.
Afinidade é ficar longe pensando parecido a respeito dos mesmos fatos que impressionam comovem ou mobilizam. É ficar conversando sem trocar palavras. É receber o que vem do outro com aceitação anterior ao entendimento…

Afinidade é sentir com. Nem sentir contra, nem sentir para, nem sentir por. Quanta gente ama loucamente, mas sente contra o ser amado. Quantos amam e sentem para o ser amado, não para eles próprios. Sentir com é não ter necessidade de explicar o que está sentindo. É olhar e perceber. É mais calar do que falar, ou, quando falar, jamais explicar: apenas afirmar.

Afinidade é jamais sentir por. Quem sente por, confunde afinidade com masoquismo. Mas quem sente com, avalia sem se contaminar. Compreende sem ocupar o lugar do outro. Aceita para poder questionar. Quem não tem afinidade, questiona por não aceitar. Afinidade é ter perdas semelhantes e iguais esperanças.

É conversar no silêncio, tanto das possibilidades exercidas, quanto das impossibilidades vividas. Afinidade é retomar a relação no ponto em que parou sem lamentar o tempo de separação. Porque tempo e separação nunca existiram.

Foram apenas oportunidades dadas (tiradas) pela vida, para que a maturação comum pudesse se dar. E para que cada pessoa pudesse e possa ser, cada vez mais a expressão do outro sob a forma ampliada do eu individual aprimorado".

- Artur da Távola


quinta-feira, 25 de abril de 2019

"Às vezes, você só percebe a importância de um momento quando ele se torna lembrança".

quarta-feira, 24 de abril de 2019

“As lágrimas que não se choram
esperam em pequenos lagos?
Ou serão rios invisíveis
que escorrem até a tristeza?

- Pablo Neruda


terça-feira, 23 de abril de 2019

"Quem presta atenção demais naquilo que perdeu, corre o risco de não ver o que está ganhando hoje".

segunda-feira, 22 de abril de 2019

“No dia em que for possível à mulher amar na totalidade, não na sua fraqueza, 
não para fugir de si mesma mas para se encontrar, 
não para se demitir mas para se afirmar, 
nesse dia o amor tornar-se-á para ela, como para o homem, 
fonte de vida e não perigo mortal“.

- Simone de Beauvoir em "Segundo Sexo"

Imagem de Christian Schloe

domingo, 21 de abril de 2019

sábado, 20 de abril de 2019

“Uma mulher não perdoa uma única coisa no homem: que ele não ame com coragem. [...] Qualquer coisa é admitida, menos que não ame com coragem.
Amar com coragem não é viver com coragem. É bem mais do que estar aí. 
Amar com coragem não é questão de estilo, de gosto, de opinião. 
Não se adquire com a família, surge de uma decisão solitária. 
Amar com coragem é caráter. Vem de uma obstinação que supera a lealdade. 
Vem de uma incompetência de ser diferente. Amar para valer, para dar torcicolo. 
Não encontrar uma desculpa ou um pretexto para se adaptar, para fugir, 
para não nadar até o começo do corpo. Não usar atenuantes como “estou confuso”.
 Não se diminuir com a insegurança, mas se aumentar com a insegurança. 
Não se retrair perante os pais. Não desmarcar um amor pela amizade. 
Não esquecer de comentar pelo receio de ser incompreendido. 
Não esquecer de repetir pela ânsia da claridade. 
Amar como se não houvesse tempo de amar. Amar esquisito, de lado, ainda amar. 
Amar atrasado, com a respiração antecipando o beijo. 
Amar com fúria, com o recalque de não ter sido assim antes. 
Amar decidido, obcecado, como quem troca de identidade e parte a um longo exílio. 
Amar como quem volta de um longo exílio.
Amar com sofreguidão, não adiando o que é véspera. 
Amar não disfarçando as mãos, amar com os fantoches das mangas. 
Amar como uma canoa engatinha na margem, árvore deitada de bruços. 
Amar quase que por, por bebedeira, amar sem dizer por que ama. 
Amar desavisado, com vírgula entre o sujeito e o verbo. 
Amar desatinado, pressionando a amar mais, a amar mais do que é possível lembrar.
Amar com coragem, só isso.”

- Fabrício Carpinejar




sexta-feira, 19 de abril de 2019

“Ah, não; amigo, para mim, é diferente. Não é um ajuste de um dar serviço ao outro, e receber, e saírem por este mundo, barganhando ajudas, ainda que sendo com o fazer a injustiça dos demais. Amigo, para mim, é só isto: é a pessoa com quem a gente gosta de conversar, do igual o igual, desarmado. O de que um tira prazer de estar próximo. Só isto, quase; e os todos sacrifícios. Ou – amigo – é que a gente seja, mas sem precisar de saber o por quê é que é.”

- Guimarães Rosa em "Grande sertão: veredas".


quinta-feira, 18 de abril de 2019

quarta-feira, 17 de abril de 2019

"A vida te coloca obstáculos mas os limites você decide".

terça-feira, 16 de abril de 2019

"Confiança é um tecido delicado que não aceita remendos".

segunda-feira, 15 de abril de 2019

"Ninguém sabe quando será o último abraço ...
Por isso, por precaução ou por amor, abrace sempre como se fosse a última vez".

domingo, 14 de abril de 2019

"A sua atitude determina a sua altitude".

sábado, 13 de abril de 2019

Filho não vem com manual. Mas este livrinho da Série Terapia traz algumas reflexões para pais e mães.
“Generosamente expresse o amor que sente por seu filho em tudo o que diz e faz. Filhos prosperam no amor”.
“O pensamento da criança é moldado pela experiência. Para vivenciar amor, a criança precisa receber abraços e beijos, ouvir palavras de carinho, ver atos de bondade”.
“Permita que seu filho expresse os sentimentos - alegria, agitação, tristeza, medo, desapontamento e raiva. Sentimentos não são ‘bons’ nem ‘ruins’. Conversando com seu filho sobre os sentimentos dele, você pode ajudá-lo a aprender a lidar inteligentemente com eles e a solucionar problemas de forma construtiva”.
“O respeito pela autoridade começa com o respeito pelos pais. As crianças respeitam os adultos em quem confiam. Conquiste o respeito de seu filho agindo com honestidade e confiança”.
“Divirta-se lendo com seu filho todos os dias. Ler amorosa e pacientemente favorecerá a proximidade, aumentará as chances de sucesso escolar de seu filho, e promoverá uma longa vida de amor à aprendizagem”.
“Deixe seu filho falhar às vezes. Sobrevivendo às falhas, ele desenvolverá confiança para aproveitar oportunidades e tentar coisas novas. Superar falhas o ensinará a entender a relação entre tentativa e sucesso”.
“Cuide de si mesmo (a). Você apreciará mais a paternidade ou maternidade se estiver saudável, descansado (a), feliz e em paz. Vida saudável ensina seu filho como tomar conta dele mesmo - corpo e alma”.


sexta-feira, 12 de abril de 2019

4 anos sem a presença física do meu pai

"Podemos continuar a 'ter' o que 'perdemos', isto é, um contínuo, 
mas modificado, amor pela pessoa que morreu. 
Na verdade, não perdemos nosso anos de convivência com a pessoa morta, 
nem mesmo nossas memórias. Também tampouco perdemos suas influências, 
suas inspirações, seus valores e os significados imprimidos às suas vidas.
 Podemos, ativamente, incorporar tudo isso a novos padrões de vida 
que incluam as relações modificadas, porém duradouras, 
com aquelas pessoas que foram importantes e amadas".

- Attig (1996), citado por Worden (2013, p. 30), em "Terapia no luto e na perda".


quinta-feira, 11 de abril de 2019

"Cada palavra tem a sua consequência ...
Cada silêncio, também".

- Sartre 

quarta-feira, 10 de abril de 2019

"- Sim, são tempos angustiantes. A semente do mal está enraizada no coração da humanidade!
Mas temos uma atitude a tomar ...
- Não regá-la?
- Exato!" 
Bichinhos de Jardim

terça-feira, 9 de abril de 2019

"Não se preocupe com a opinião dos outros. Preste atenção no que você pensa sobre si mesmo".
- By Nina

segunda-feira, 8 de abril de 2019

“Nossa cultura nos ensina sobre a vergonha - é ela que nos dita o que é aceitável e o que não é. Não nascemos ansiando por corpos perfeitos. 
Não nascemos com medo de contar nossas histórias. 
Não nascemos com o medo de envelhecer demais e acabarmos não sendo mais valorizadas. [...] A vergonha vem de fora - das mensagens e das expectativas 
de nossa cultura. O que vem de dentro é uma necessidade muito humana de pertencimento e de relacionamento”.

- Brené Brown em "Eu achava que isso só acontecia comigo (p. 19-20).



domingo, 7 de abril de 2019

“Acho que vi Flashdance pelo menos 20 vezes. Nos anos 80, eu queria ser exatamente como Alex, a personagem de Jennifer Beals. Durante o dia ela era uma operária da construção civil durona e de noite, uma ambiciosa bailarina. Claro que meu momento favorito do filme é a dança quando Alex faz um teste para entrar numa escola de balé metida a besta.
[...] Todas nós queríamos ser Alex em Flashdance. Ela era perfeita - roupa rasgada com aparência sexy; o trabalho de soldadora parecia empolgante; o balé era descolado e o break parecia fácil. Mas infelizmente a perfeição era apenas uma ilusão. Fiquei desapontada ao descobrir que o diretor do filme usou quatro pessoas diferentes para criar a sequência do teste: o belo rosto de Jenifer Beals, uma dançarina profissional para as cenas de balé, uma ginasta premiada para saltar e pular e um bailarino especialista em dança de rua para o break. [...] todo aquele dinheiro em polainas ... para quê? Para tentar alcançar um nível de perfeição que não existe.

Se a maioria de nós parasse para examinar as expectativas que estabelecemos, descobriríamos que, como na cena de Flashdance, nosso conceito de perfeição é tão irreal que não cabe em apenas uma pessoa. Em vez disso, é uma combinação de pedaços e traços que percebemos como perfeitos. Não queremos ser perfeitas - queremos editar e juntar todos os melhores clipes daquilo que vemos para formar nossa vida”.

- Brené Brown em “Eu achava que isso só acontecia comigo: como combater a cultura da vergonha e recuperar o poder e a coragem” (p. 183-184).


sábado, 6 de abril de 2019

"Às vezes é necessário que algo se quebre para que algo novo possa surgir".

sexta-feira, 5 de abril de 2019

quinta-feira, 4 de abril de 2019

"Já que a jornada será longa, que a minha força e a minha fé sejam maiores ainda".

quarta-feira, 3 de abril de 2019

"Eu não posso controlar tudo o que acontece na minha vida, mas eu posso controlar 
como eu respondo a tudo. Na minha resposta está o meu maior poder".

terça-feira, 2 de abril de 2019

"Eu tenho uma espécie de dever, dever de sonhar, de sonhar sempre, 
pois sendo mais do que uma espectadora de mim mesma. 
Eu tenho que ter o melhor espetáculo que posso. 
E assim me construo a ouro e sedas, em salas supostas, invento palco, 
cenário para viver o meu sonho entre luzes brandas e músicas invisíveis."

- Fernando Pessoa


segunda-feira, 1 de abril de 2019

"Amor próprio é cuidar de si mesmo com a mesma prioridade e importância
que você dá para as pessoas que ama".
- Daniel Duarte