Total de visualizações de página

domingo, 31 de agosto de 2014

"Tenha mais cuidado com você, não espere isso do outro. Você sabe das suas carências, das suas fases, das suas lacunas. O outro sabe das dele. Às vezes há o encontro perfeito, o encaixe. Em outras, há a mudança brusca pedindo outras conquistas, outras evoluções. Permita-se ser a nova pessoa que acorda todos os dias com mais sede de tudo... Permita-se conhecer a nova pessoa que se relaciona com você diariamente: com outra disposição pra vida, pro amor, pras relações. Desejo boas notícias." 


- Marla de Queiroz




sábado, 30 de agosto de 2014



“Se a dor tiver que vir, que venha rápido”, eu disse. “Porque tenho uma vida pela frente, e preciso usá-la da melhor maneira possível. 
“Esperar dói. Esquecer dói. Mas não saber que decisão tomar é o pior dos sofrimentos.”

- Paulo Coelho


sexta-feira, 29 de agosto de 2014


"A vida humana é feita de escolhas. Sim ou não. Dentro ou fora. Em cima ou embaixo. E também há as escolhas que importam. Amar ou odiar. Ser um herói ou um covarde. Brigar ou se entregar. Viver. Ou morrer. Essa ultima é a escolha importante. E nem sempre ela está nas suas mãos."

- Grey's Anatomy




quinta-feira, 28 de agosto de 2014

"Quando uma criança fala sobre o vento,sobre a nuvem ou sobre o rio, a explicação que ela tem para essas coisas é certamente mágica, própria do seu pensamento de criança. Mas aquilo logo é corrigido, porque 'é preciso que a criança saiba o que é vento'. Adota-se um único discurso: o discurso científico. Mas é muito estéril e feio. E, assim, a possibilidade de a criança construir sua própria narrativa já está morta."

- Mia Couto, Revista Brasileira de Psicanálise. Vol.47, n.4 – 2013.




quarta-feira, 27 de agosto de 2014


27 de Agosto - Dia do Psicólogo


"O dinheiro compra ansiolíticos, mas não a capacidade de relaxar. 
Compra jóias, mas não o amor de uma mulher. 
Compra um quadro de pintura, mas não a capacidade de contemplar. 
Compra seguros, mas não a habilidade de proteger a emoção.
Compra informações, mas não o autoconhecimento. 
Compra lentes de contato, mas não a capacidade de ver os sentimentos não expressos. 
O dinheiro compra um manual de regras para educar quem amamos, mas não compra um manual de vida."

Augusto Cury - O Vendedor de Sonhos




terça-feira, 26 de agosto de 2014

"Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila. Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.

A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos. Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo. Deles não quero resposta, quero meu avesso. Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim.

Para isso, só sendo louco! Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.

Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta. Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto. Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.

Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça. Não quero amigos adultos nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice! Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou. Pois ao vê-los loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que a  'normalidade' é uma ilusão imbecil e estéril."

- Oscar Wilde




segunda-feira, 25 de agosto de 2014

"A família é como a varíola: a gente tem quando criança
 e fica marcado para o resto da vida. "

- Sartre


domingo, 24 de agosto de 2014

"A maior solidão é a do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana. A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo, o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro". 

- Vinícius de Moraes





 "Custa tanto ser uma pessoa plena, 
que muitos poucos são aqueles que têm a luz ou a coragem de pagar o preço...
É preciso abandonar por completo a busca da segurança 
e correr o risco de viver com os dois braços.
É preciso abraçar o mundo como um amante.
É preciso aceitar a dor como condição da existência.
É preciso cortejar a dúvida e a escuridão como preços do conhecimento.
É preciso ter uma vontade obstinada no conflito, 
mas também uma capacidade de aceitação total 
de cada consequência do viver e do morrer."

- Morris L. West in As sandálias do pescador




sábado, 23 de agosto de 2014

"Não existe possibilidade de casar com o outro, se não casarmos antes com nós mesmos. Conjugar o verbo amar exige capacidade extremamente complexa de, ao legitimar-se na própria singularidade, legitimar a existência do outro".

Sandra Fedullo Colombo in Gritos e Sussurros: trabalhando com casais (p. 35) 


sexta-feira, 22 de agosto de 2014

"Toda pessoa é uma ilha, no sentido muito concreto do termo; a pessoa só pode construir uma ponte para comunicar com as outras ilhas se primeiramente se dispôs a ser ela mesma e se lhe é permitido ser ela mesma. Descobri que é quando posso aceitar uma outra pessoa, o que significa especificamente aceitar os sentimentos, as atitudes e as crenças que a constituem como elementos integrantes reais e vitais, que eu posso ajudá-la a tornar-se pessoa: e julgo que há nisto um grande valor."

- Carl Rogers in Tornar-se pessoa (p. 33)



quinta-feira, 21 de agosto de 2014

"Somos tal como o Chapeleiro Maluco, que vivia condenado a um eterno chá da tarde, ou como as Rainhas esbaforidas que percorriam seu mundo de tabuleiro com a mesma pressa inútil do Coelho. São as mesmas determinações inconscientes que regram a lógica estranha dos sonhos, as que influenciam decisivamente nas escolhas da vida e determinam o nosso modo de ser: as fobias, os preconceitos, as dificuldades bobas que nos atrapalham, as compulsões e os desejos que temos. Nossa mente é similar ao País das Maravilhas: um território imprevisível, paradoxal. Se os adultos padecem de males e têm preocupações difíceis de entender para eles próprios, imagine então como é difícil para as crianças, que em geral são levadas na corrente deles sem maiores esclarecimentos. O mundo gira e gira rápido, mas para onde vamos mesmo?"

- Corso & Corso em A Psicanálise na Terra do Nunca (p. 248)



  

quarta-feira, 20 de agosto de 2014


"[...] a apreciação dos outros não me serve de guia. Os juízos dos outros, embora devam ser ouvidos, e levados em consideração pelo que são, nunca me poderão orientar. [...] acabei por achar que apenas uma pessoa (pelo menos enquanto eu estiver vivo e talvez para sempre) pode saber que eu procedo com honestidade, com aplicação, com franqueza e com rigor, ou se o que eu faço é falso, defensivo e fútil. E essa pessoa sou eu mesmo."

- Carl Rogers in Tornar-se pessoa (pp. 34-35).




terça-feira, 19 de agosto de 2014

“O sol também não tem luz própria. 
Ele é apenas um espelho que reflete a luz de Deus.” 

―Jostein Gaarder





segunda-feira, 18 de agosto de 2014

"[...] atribuo um enorme valor ao fato de poder me permitir compreender uma outra pessoa. [...]
Quando alguém exprime um sentimento, uma atitude ou uma opinião, a nossa tendência é julgar imediatamente, na maioria das vezes: 'Está certo', 'que besteira', 'não é normal', 'não tem sentido' [...]
Raramente permitimos a nós mesmos compreender precisamente o que significa para essa pessoa o que ela está dizendo. Julgo que esta situação é provocada pelo fato da compreensão implicar um risco. Se me permito compreender, na realidade, uma outra pessoa, é possível que essa compreensão acarrete uma alteração. 
E todos nós temos medo de mudar".

- Carl Rogers in Tornar-se pessoa (p. 30)



domingo, 17 de agosto de 2014

"Eu não estou me reconhecendo, mas estou me observando. 
Não estou alegre como de costume, mas também não estou triste. 
Contemplar o coração também é uma estrada que deve dar em algum lugar melhor."

- Denise Portes




─ Como um livro deveria ajudar?
─ Acha que as histórias servem pra que? Essas histórias… Os Clássicos? Tem uma razão para nós os conhecermos. São uma maneira para lidarmos com o nosso mundo, um mundo que nem sempre faz sentido.

- Branca de Neve in Once Upon a Time


sábado, 16 de agosto de 2014


"A pessoa é uma humanidade individual."


- Mia Couto


“Caráter é aquilo que você é quando ninguém está te olhando.” 

- Epicuro


sexta-feira, 15 de agosto de 2014

"Nas minhas relações com as pessoas descobri que não ajuda, a longo prazo, agir como se eu fosse alguma coisa que eu não sou. [...] Não serve de nada agir como se soubesse as respostas dos problemas quando as ignoro.  

    [...]descobri que sou mais eficaz quando posso ouvir a mim mesmo aceitando-me, e quando posso ser eu mesmo [...] tenho a impressão de me ter tornado mais capaz de me deixar ser o que sou."   

Carl Rogers in Tornar-se pessoa (pp. 28-29)


quinta-feira, 14 de agosto de 2014

"Como Simba, expulso das terras do pai pelas armações do tio e movido pela própria culpa, todos nós vivemos uma espécie de exílio. Cobiçamos estar escolhendo caminhos sem o peso da origem, confundimos separação com rompimento, assim se faz uma adolescência.
O jovem equilibra-se entre o lugar de autor e personagem da própria história. Encarnando o sonho dos adultos, o adolescente acaba submetido a tramas insanas, que são de alguma forma potencialmente letais: se não lutar dentro de si com os sonhos e desejos dos pais e adultos que o subjugam, limitam e cobiçam, acabará sendo abduzido por eles, em um assassinato de sua originalidade. Não nos referimos a uma morte física, mas a uma anulação que acaba mantendo muitos jovens presos a um corpo em eterna evidência, a um presente contínuo, a uma infantilidade de pensamento que lhes embota a visão crítica, um de seus bens mais preciosos. "

- Corso & Corso em A Psicanálise na Terra do Nunca (p. 193)   


quarta-feira, 13 de agosto de 2014

“Às vezes, não há nenhum aviso. As coisas acontecem em segundos. Tudo muda. Você está vivo. Você está morto. E as coisas continuam. Somos finos como papel. Existimos por acaso entre as percentagens, temporariamente. E esta é a melhor e a pior parte, o fator temporal. E não há nada que se possa fazer sobre isso. Você pode sentar no topo de uma montanha e meditar por décadas e nada vai mudar. Você pode mudar a si mesmo para ser aceitável mas talvez isso também esteja errado. Talvez pensemos demais. Sinta mais, pense menos.”

— Charles Bukowski


"Conquistar um valor frente aos olhos dos outros, para ser amado e respeitado, depende de acertar contas internas com os próprios ideais e permitir-se crescer e aparecer, essa é a nova jornada do herói."

Corso & Corso em A Psicanálise na Terra do Nunca (p. 183)


terça-feira, 12 de agosto de 2014

"Quando é retirada a máscara que o ator usa nas suas relações com o mundo, aparece uma face desconhecida. 
Olhar-se em espelho, que reflita cruamente esta face, é decerto ato de coragem. Será visto nosso lado escuro onde moram todas as coisas que nos desagradam em nós, ou mesmo que nos assustam, É nossa sombra. Os primitivos acreditavam que a sombra projetada por seus corpos, ou sua imagem refletida na água, fosse urna parte viva deles próprios. E, com efeito, a sombra (em sentido psicológico) faz parte da personalidade total. As coisas que não aceitamos em nós, que nos repugnam, e por isso as reprimimos, nós as projetamos sobre o outro, seja ele o nosso vizinho, o nosso inimigo político, ou uma figura símbolo como o demônio. E assim permanecemos inconscientes de que as abrigamos dentro de nós. Lançar luz sobre os recantos escuros tem como resultado o alargamento da consciência. Já não é o outro quem está sempre errado. Descobrimos que frequentemente 'a trave' está em nosso próprio olho."

- Nise da Silveira em Jung - Vida e Obra (p. 95-96)


segunda-feira, 11 de agosto de 2014

"Somos, no sentido mais profundo, responsáveis por nós mesmos. Somos, como colocou Sartre, os autores de nós mesmos. Através do conjunto de nossas escolhas, nossas ações e nossa omissão em agir, acabamos por projetar a nós mesmos. Não podemos evitar essa responsabilidade, essa liberdade. Nas palavras de Sartre, 'estamos condenados à liberdade'."

- Irving D. Yalom - Os desafios da terapia (p. 131)


domingo, 10 de agosto de 2014

"Eu nunca errei em amar, posso ter errado o destino de meu amor. 
Não darei ao passado minha personalidade, minha paixão, meu temperamento, minha esperança. 
Não desisto de minha alegria porque alguém não entendeu antes. 
Não desisto de minha ingenuidade porque alguém não me cuidou antes. 
Não desisto de minha coragem porque alguém se acovardou antes. 
Não desisto de mim porque já sofri antes. 
Amar é continuar sendo até acertar a companhia."

- Fabrício Carpinejar






"Estamos sempre narrando e reeditando nossas aventuras e desventuras pessoais, sendo que a história sempre fica um pouco diferente, dependendo da ocasião e do interlocutor. Até que a morte nos leve seremos histórias sem fim, depois disso, resta-nos apenas a participação nos romances pessoais alheios. O que é de fato sem fim é a capacidade humana de acrescentar dimensões imaginárias à realidade".

-  Corso & Corso em A Psicanálise na Terra do Nunca (p. 304)

  

sábado, 9 de agosto de 2014

"[...] prefiro pensar nos meus pacientes e em mim mesmo como companheiros de viagem, um termo que suprime as distinções entre 'eles' (os aflitos) e 'nós' (os que curam)."

- Irvin D. Yalom em Os desafios da terapia (p. 26) 


sexta-feira, 8 de agosto de 2014


Eu, Luciana, olho uma mandala e 'vejo' em seu centro meu eu. 
Em volta, aquelas características que são tão minhas - qualidades, defeitos, manias, loucuras, coragens. 
Em outra parte, mas paralelamente, as pessoas que amo - família, amigos, aqueles que fazem parte da minha constituição como pessoa. Mais uma camada, e vejo minhas escolhas, paixões, crenças e sonhos. Mais adiante, minha relação com o mundo. Meus livros, meus filhos, meus filmes, meus lápis ... 
Tudo se complementa, vejo tudo a partir desta construção, mutável e que vai crescendo, se renovando a cada dia.
Às vezes, fico trancada em mim. Outras vezes, me expando, vou pra Curitiba, Minas Gerais e outros tantos lugares do mundo que quero conhecer.
Às vezes tão colorida, outras em preto e branco.
Porque tudo que existe veio de fora, mas isso se mescla de forma única em nós. Só existe um de cada ser humano.
Mandala, você me representa! Ponto pro Jung!



"Expressão por excelência da totalidade psíquica é a mandala. Mandala, palavra sânscrita, significa círculo, ou círculo mágico. Seu simbolismo inclui toda imagem concentricamente disposta, toda circunferência ou quadrado tendo um centro e todos os arranjos radiados ou esféricos. O centro da mandala representa o núcleo central da psique (self), núcleo que é fundamentalmente uma fonte de energia. 

'A energia do ponto central manifesta-se na compulsão quase irresistível para levar o indivíduo a tornar-se aquilo que ele é, do mesmo modo que todo organismo é impulsionado a assumir a forma característica de sua natureza, sejam quais forem as circunstâncias'(Jung)."

- Nise da Silveira em Jung- Vida e Obra (p. 106) 


quinta-feira, 7 de agosto de 2014

"Quando eu era um jovem estudante da psicoterapia em busca do caminho a seguir, o livro mais útil que li foi Neurose e desenvolvimento humano: a luta pela auto-realização (Neurosis and Human Growth: The Struggle Toward Self-Realization), de Karen Horney. E o conceito isolado mais útil desse livro foi a noção de que o ser humano possui uma propensão inata para a auto-realização. Se os obstáculos forem removidos, acreditava Horney, o indivíduo se desenvolverá e se transformará num adulto maduro plenamente realizado, assim como da bolota se desenvolverá um carvalho.

'Assim como da bolota se desenvolverá um carvalho…' Que imagem maravilhosamente libertadora e elucidativa! Mudou para sempre a minha abordagem da psicoterapia por me oferecer uma nova visão do meu trabalho: minha tarefa era remover os obstáculos que bloqueiam o caminho do meu paciente. Não precisei fazer todo o trabalho; não precisei incitar no paciente o desejo de crescer, com curiosidade, vontade, gosto pela vida, afeição, lealdade ou qualquer uma da infinidade de características que nos tornam inteiramente humanos. Não, o que tive de fazer foi identificar e remover os obstáculos. O resto se seguiria automaticamente, alimentado pelas forças de auto-realização dentro do paciente."

- Irvim D. Yalom - Os desafios da terapia (p. 21) 




quarta-feira, 6 de agosto de 2014

"Fiona escolherá sua vida de ogra no lugar daquela imagem de princesa que os pais lhe reservavam. Para as famílias contemporâneas, toda filha é uma princesinha enfeitada e coroada de mimo e admiração. Terá que se tornar meio ogra, desgrenhada e respondona na adolescência, para romper o hipnotismo desse papel, ser deserdada dele e trilhar o seu caminho. Todo o tempo nesse filme (Shrek 2) trata-se da reafirmação da autenticidade, do contraponto entre preconceito e descoberta interior, entre aparências e essência, entre a imposição externa e a escolha pessoal".

- Corso & Corso in A psicanálise na Terra do Nunca (p. 172)   



terça-feira, 5 de agosto de 2014

"Se nos lembrássemos todos os dias 
que podemos perder alguém subitamente,
nós amaríamos mais intensa e livremente, 
e seríamos mais tolerantes e compreensivos.
Ninguém pode afirmar que não há nada a perder 
porque tudo pode ser sempre perdido."

- Madre Teresa de Calcutá 




"Se uma pessoa passou sobre você que nem um trator,
aproveite, e plante novas sementes
sobre sua alma 'arada' ".

- Louise Madeira


segunda-feira, 4 de agosto de 2014

"O pior mal é aquele ao qual nos acostumamos. "

Jean-Paul Sartre





domingo, 3 de agosto de 2014

"Uma psicologia que satisfaz unicamente ao intelecto, jamais é praticável; pois o intelecto por si só nunca será capaz de abranger a totalidade da alma. Quer queiramos, quer não, mais cedo ou mais tarde o fator cosmovisão terá que ser levado em conta, porque a alma está em busca da expressão de sua totalidade".

- Jung em Psicologia do Inconsciente


sábado, 2 de agosto de 2014

"Nossa vida compara-se à trajetória do sol. De manhã o sol vai adquirindo cada vez mais força até atingir o brilho e o calor do apogeu do meio-dia. [...] 
O que a juventude encontrou e precisa encontrar fora, 
o homem no entardecer da vida tem que encontrar dentro de si".

- Jung in Psicologia do Inconsciente 



sexta-feira, 1 de agosto de 2014

"Quando reflete sobre si, o homem comum se vê como alguém racional, lúcido, com os pés no chão, mas que às vezes é tomado pela fantasia. Os psicanalistas acreditam no contrário: o homem sonha a maior parte do tempo, e em certos momentos, geralmente a contragosto, acorda. Passamos um terço da vida dormindo, portanto sonhando, e quando estamos despertos nossos devaneios ocupam um tempo muito maior do que imaginamos. Mesmo trabalhando estamos fantasiando estar em outro lugar, com outras pessoas, fazendo outras coisas. Passamos um mês de férias, mas os outros onze sonhando com elas, assim como o sábado e o domingo não ocupam somente esses dois dias em nossos pensamentos. [...] Sem falar nos devaneios de grandeza: imaginamos cenas em que estamos no centro das atenções do mundo, realizamos feitos fantásticos, de um heroísmo desprendido, nos quais somos generosos, conquistando a admiração de todos. Isso no melhor dos casos, pois se estivermos ressentidos, frustrados, derrotados, a fantasia será alimentada por impulsos agressivos e então imaginariamente nos vingaremos dos desafetos em grande estilo, criando roteiros infernais para todos os que nos atrapalharam. Basta um pouco de sinceridade para verificar que a fantasia ocupa um lugar maior na vida do que admitimos".

- Corso e Corso in "A Psicanálise na Terra do Nunca" (p.19)