Total de visualizações de página

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

"Às vezes a criança é vista como agressiva quando está simplesmente manifestando raiva. Ela pode quebrar um prato ou dar um soco em outra criança como pura expressão de raiva. Entretanto, geralmente sinto que os atos agressivos não são a verdadeira expressão da raiva, mas desvios dos sentimentos reais. [...] Eu percebo a criança que se envolve em comportamentos hostis, intrusivos, destrutivos como uma criança que possui sentimentos profundos de ira, sentimentos de rejeição, insegurança e ansiedade, sentimentos de mágoa, e muitas vezes um sentimento de identidade difuso. [...] É incapaz de expressar o que está sentindo, ou ainda tem medo de manifestar seus sentimentos; pois se o fizer poderá perder a força que reúne para se envolver nos comportamentos agressivos. Tal criança sente a necessidade de fazer o que faz como seu método de sobrevivência".

- Violet Oaklander em "Descobrindo crianças" (p. 232-233)


Nenhum comentário:

Postar um comentário