Total de visualizações de página

domingo, 30 de abril de 2017

"Se a fé é algo que acontece, e não pode ser forçada, como ficam aqueles que não tem crença? [...]
Com fé ou não, o ser humano murcha se não tiver a busca por um objetivo nobre, uma causa maior do que si. A crença não precisa ser numa divindade superior, mas em algo que seja importante para cada um: família, amigos, poesia, natureza.
É possível ritualizar e sacralizar a vida comum, trazendo mais propósito e significado para o cotidiano.
'Brincar com os filhos, trabalhar duro, criar, cantar, dançar, cozinhar, realizar tarefas e trocar fraldas são práticas espirituais tanto quanto são seculares', diz William P. Young, autor do best-seller A cabana."

- Revista Vida Simples - Abril de 2017

 

sábado, 29 de abril de 2017

"Os desejos profundos do coração 
não são satisfeitos por uma conta bancária".

- Carl G. Jung, citado por Marie Von-Franz em
 "O caminho dos sonhos" 



sexta-feira, 28 de abril de 2017

quinta-feira, 27 de abril de 2017

" O amor verdadeiro não tem nenhuma referência. Ele não pensa no ontem, nem nos amanhãs. O amor verdadeiro é uma emanação espontânea de prazer em você e o compartilhar disso, o extravasar disso – sem nenhuma outra razão, por nenhum outro motivo, do que apenas pelo prazer de compartilhá-lo.”

- Osho


quarta-feira, 26 de abril de 2017

terça-feira, 25 de abril de 2017

"Sentir é o verbo mais afetuoso que a vida nos entrega a todo momento e que, muitas vezes, se alimenta de uma espera desatenta e de muito, muito tempo. 
Que a gente amanheça com um olhar comprido capaz de enxergar as miudezas mais belas da vida e um abraço apertado que nos faz distribuir laços, desmedidos, de vento em vento. Tudo o que verte paz, é Divino."

- Priscila Rôde


segunda-feira, 24 de abril de 2017

domingo, 23 de abril de 2017

"O amor é um mar de possibilidades.
Quem entra com medo demais, se contenta com o que é raso;
os que entram com coragem demais podem acabar se afogando ...
Amar é a habilidade de se entregar à medida em que recebe,
se moldar à geografia da personalidade do outro,
sem perder a sua própria, e principalmente, ir até onde dá pé.
É saber até onde mergulhar e a hora de procurar terra firme".

- Guilherme Givisiez


sábado, 22 de abril de 2017

"Todo amor verdadeiro profundo é um sacrifício. Sacrificamos nossas possibilidades, ou melhor, a ilusão de nossas possibilidades. Quando não há esse sacrifício, nossas ilusões impedirão o surgimento do sentimento profundo e responsável, mas com isso também somos privados da possibilidade da experiência do amor verdadeiro. 
(...) O amor é como Deus: ambos só se oferecem a seus serviçais mais corajosos." 

- C.G. Jung



sexta-feira, 21 de abril de 2017

quinta-feira, 20 de abril de 2017



"Anos, amantes e taças de vinho ...
Estas são as coisas que nunca deveriam ser contadas ..."

- Frase do filme "A incrível história de Adaline" 


quarta-feira, 19 de abril de 2017

"Aprenda a caminhar levando consigo todas as suas partes - principalmente
 aquelas que não te agradam. Não despreze nada sobre você mesmo. 
A cada vez que você se segrega, escolhendo quais partes suas amar e quais odiar, 
o Universo perde algo valioso e absolutamente nada é oferecido em troca. 
O Universo precisa de você exatamente como você é."

- Flavia Melissa


terça-feira, 18 de abril de 2017

" [...] para que o luto leve a um resultado favorável, e não desfavorável, é necessário que a pessoa que sofreu uma perda expresse — mais cedo ou mais tarde  — seus sentimentos e emoções. 

'Soltai as palavras tristes”, escreveu Shakespeare, 'as penas que não falam sufocam o coração extenuado e fazem-no quebrantar”.  

Entretanto, embora até aqui todos possamos concordar, para uma pessoa que é incapaz de expressar seus sentimentos e para outra que esteja tentando ajudá-la a expressá-los, permanecem as perguntas:  Como soltar as palavras? Quais são os sentimentos a expressar?  E o que impede sua expressão?    

Existem  hoje provas de que os  afetos mais intensos e perturbadores provocados por uma perda são o medo de ser abandonado, a  saudade da figura perdida
 e a raiva por não reencontrá-la  —  afetos que estão associados,  por um lado,  ao   anseio de buscar a figura perdida e, por outro, a uma tendência  para recriminar furiosamente quem quer que pareça ser o responsável pela perda ou estar dificultando a recuperação da pessoa que foi perdida.  A pessoa que sofre
uma perda parece lutar contra o destino, com todo o seu ser emocional, na tentativa
  desesperada de reverter a marcha do tempo e reaver os tempos felizes que
subitamente lhe foram arrebatados.  Em vez de enfrentar a realidade e tentar
 harmonizar-se com ela, uma pessoa que sofre uma perda empenha-se numa luta contra o passado.  Evidentemente, para darmos à pessoa que sofre uma perda
 o tipo de ajuda que desejaríamos dar,  é essencial vermos as coisas do seu ponto  de vista e respeitarmos seus sentimentos — por menos realistas que
possam parecer.  Pois somente se a pessoa que sofre a perda sentir que podemos,  pelo menos, compreendê-la e simpatizar com ela nas tarefas que estabeleceu para  si mesma, haverá a possibilidade de que expresse todos os sentimentos que estão   fervilhando em seu íntimo   —  seu  anseio pelo regresso da figura perdida, 
sua esperança de que, milagrosamente, tudo possa ainda estar bem, sua  raiva
 por ter sido desertada, suas recriminações raivosas e injustas contra  “esses médicos incompetentes”,  “essas enfermeiras incompetentes”, e contra seu próprio  eu culpado; se tivesse feito  isto e aquilo, ou não tivesse feito isto e aquilo, talvez o  desastre pudesse ter sido evitado. Quer estejamos no papel de amigo de uma pessoa que recentemente sofreu uma perda ou no de terapeuta de alguém que sofreu   há muitos anos a morte de um ente querido e não conseguiu resolver seu luto,  parece ser desnecessário e prejudicial colocarmo-nos no papel de “representantes  da realidade”: desnecessário, porque a pessoa que sofreu a perda está, em alguma  parte de si mesma, perfeitamente cônscia de que o mundo mudou ; prejudicial porque, ao ignorarmos o mundo tal como uma parte da pessoa ainda o vê, afastamo-nos dela. O nosso papel deve ser,  então, o de um companheiro pronto a oferecer  todo o apoio, preparado para explorar, em nossas discussões, todas as esperanças  e  desejos e tênues possibilidades improváveis que a pessoa ainda acalenta,  somados a todas as recriminações, remorsos e decepções que a afligem" 

- John Bowlby in "Formação e rompimento de vínculos afetivos" (p. 87-88)  


segunda-feira, 17 de abril de 2017

"Sinto uma saudade imensa. E acho que essa orfandade
 é algo que nada no mundo pode preencher. A gente pode não ter nada, 
mas se tiver uma casa de mãe pra voltar, um colo pra encostar a cabeça
 quando tudo dói, isso é de uma riqueza absoluta. Pois desde que perdi minha mãe, perdi meu lar. E vivo com o coração tentando definir qual será o próximo pouso. "

- Marla de Queiroz

Imagem: Filme "Que horas ela volta?"

domingo, 16 de abril de 2017

sábado, 15 de abril de 2017

"A maturidade extingue todas as dúvidas sobre qual dessas duas emoções 
é mais dolorosa: a dor de ter feito algo que não foi bom ou a dor 
de não tentar fazer algo quando se podia tentar.
Há um vazio doloroso e silencioso no coração da humanidade 
acerca das coisas que a alma arrepende de não ter feito. 
É silencioso e cruel morrer pensando como seria se você tivesse arriscado".

- Wanderley Oliveira


sexta-feira, 14 de abril de 2017

"Reconhecia o tamanho da alma de toda pessoa, 
no disparo de um olhar."

- Guimarães Rosa - Corpo de Baile - Vol. I


quinta-feira, 13 de abril de 2017

quarta-feira, 12 de abril de 2017

"Mesmo diante das tragédias mais incríveis,
o desafio é perdoar a vida por ter nos ferido,
a morte por ter nos tirado a pessoa querida e, talvez,
Deus, por ter criado um mundo imperfeito 
habitado pelo sofrimento".

- Harold Kushner


terça-feira, 11 de abril de 2017

"Aprendi com o word:
Para reescrever sua narrativa,
é preciso salvar as alterações". 

- Marla de Queiroz



segunda-feira, 10 de abril de 2017

"Somos tudo o que somos. Mas as pessoas que amamos 
exacerbam algumas partes de nós, para o bem e para o mal. 
E [ele] tem esse efeito sobre mim, de me tornar melhor do que sou" 

- Eliane Brum in "A menina quebrada" (p. 22).

Imagem do filme "Sobre amor e outras drogas"

domingo, 9 de abril de 2017

Concurso para Psicólogos - TJ SP 2017 - Apostila Gratuita


Bom, uma postagem diferente hoje ...


Sou psicóloga e costumo fazer resumos e apostilas para estudar ... Estou me preparando para o concurso do TJ SP e peguei todo o material da Legislação e coloquei em um arquivo só pra imprimir e poder estudar, fazer anotações e grifar ... Formatei em letra Calibri tamanho 11 pra não ficar tanta coisa, coloquei na mesma linha o que dava para juntar ... Mesmo assim, deu 244 páginas - imprimindo frente e verso não vai ficar tão pesado ... 

Tudo está disponível na Internet, meu trabalho foi só organizar.
 
• CÓDIGO DE ÉTICA DO PSICÓLOGO
• CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL
- TÍTULO II - Dos Direitos e Garantias Fundamentais
- CAPÍTULO I - Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos
- CAPÍTULO II - Dos Direitos Sociais - TÍTULO VIII - Do Ordem Social
- CAPÍTULO II - Da Seguridade Social
- CAPÍTULO VII - Da Família, da Criança, do Adolescente, do Jovem e do Idoso
• ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE - Atualizado com a Lei 12.010
• CÓDIGO CIVIL - Lei 10.406/2002 - Arts: 1511 a 1638; 1694 a 1727 e 1728 a 1783.
• LEI MARIA DA PENHA - LEI 11.340/2006
• CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL – LEI 13.105/2015 - Arts: 144 a 149, 156 a 158, 464 a 480, 693 a 699, 747 a 765.
• GUARDA COMPARTILHADA - LEI 11.698/2014
• NOVA GUARDA COMPARTILHADA - LEI 13.058/2014
• ALIENAÇÃO PARENTAL – LEI 12.318/2010
• SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL – SUAS – Lei 12.435/2011
• SISTEMA NACIONAL DE ATENDIMENTO SOCIOEDUCATIVO – Lei 12.594/2012
• PLANO NACIONAL DE PROMOÇÂO, PROTEÇÃO E DEFESA DO DIREITO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES À CONVÍVÊNCIA FAMILIAR E COMUNITÁRIA - 2006
• ESTATUTO DO IDOSO – Lei 10.741/2003
• LEI BRASILEIRA DE INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA - LEI 13.146/2015
CONHECIMENTOS GERAIS
• Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado de São Paulo (Lei n.º 10.261/68) - artigos 239 a 250
• Lei Federal nº 8.429/92 (Lei de Improbidade Administrativa) artigos 1º ao 11º.
Está em PDF pra não desconfigurar.

Se quiser salvar também, fique à vontade.
Opção: Baixar através do navegador

https://mega.nz/#!g2xm3IpL!q51KeHal-pv3wnvPnsG6UcncYlKdldsmQuqsFczLzoo
"Você me lembra uma borboleta  ... 
Bem, para mim uma borboleta é uma coisa esquisita.  
É uma coisa de que você pode se aproximar bastante, 
por assim dizer como um amigo novo, mas justamente quando consegue 
estar junto dela e fazer-lhe festas ou aproximá-la de você e olhá-la,  
ela voa para longe.
Vê - se não a cansarmos ou molharmos até que ela esteja tão cansada 
que já não possa voar mais - ou então a ensinarmos a confiar em nós - 
não podemos aproximar-nos para tocar-lhe ou descobrir qualquer coisa sobre ela, 
a não ser à distância. 
É nesse sentido que você me lembra uma borboleta. 
Algo que deveria ser belo visto de perto, 
mas de que não nos podemos aproximar o necessário ".

- In: Carl Rogers - "Grupos de encontro" (p. 39).


sábado, 8 de abril de 2017

"Perdi-me dentro de mim porque eu era labirinto.
E hoje, quando me sinto, 
é com saudades de mim".

- Mário Sá-Carneiro


sexta-feira, 7 de abril de 2017

"Enquanto você não conseguir parar e refletir sobre si mesmo, 
nenhuma mudança será possível".

quinta-feira, 6 de abril de 2017

"Mil vezes ser originalmente estranha
Do que ser normalmente uma reprodução".

- Ana Macarini


quarta-feira, 5 de abril de 2017

"A depressão é uma doença da solidão, e qualquer um 
que tenha sofrido agudamente sabe que ela impõe um medonho isolamento, 
mesmo para pessoas rodeadas de amor. "

- Anderson Mendes em "Depressão não é frescura "(p. 12)



terça-feira, 4 de abril de 2017