Total de visualizações de página

domingo, 1 de fevereiro de 2015

"Eu achava que a liberdade era o que os outros me davam.
Até que descobri estar preso, por pesadas correntes anônimas 
que eu não conseguia enxergar.
Estas trancas, correntes e prisões
são coisas que aprendi a odiar.
Mesmo assim, tais construções tão desprezadas
são identicamente as mesmas,
que com maestria, conseguimos criar.
Passei a vida inteira esperando que alguém viesse libertar-me.
Eu não conseguia crescer. 
Eu não sabia que tinha em minhas próprias mãos a chave."

- Desconheço o autor





Nenhum comentário:

Postar um comentário