Total de visualizações de página

quarta-feira, 31 de maio de 2017


terça-feira, 30 de maio de 2017

segunda-feira, 29 de maio de 2017

"[...] deveríamos ser lembrados pelas coisas que fazemos. Elas importam mais do que tudo. Mais do que aquilo que dizemos ou do que nossa aparência. As coisas que fazemos sobrevivem a nós. São como os monumentos que as pessoas erguem em honra dos heróis depois que eles morrem. Como as pirâmides que os egípcios construíam para homenagear os faraós. Só que, em vez de pedra, são feitas das lembranças que as pessoas têm de você. Por isso nossos feitos são nossos monumentos. Construídos em memória em vez de pedra". 

- R. J. Palácio em "Extraordinário" 

 
"Como mensurar algo como a grandeza? Mais uma vez, não há uma régua. [...]
- 'A grandeza', escreveu Beecher, 'não está em ser forte, mas no uso correto da força ... Grande é aquele que cuja força conquista mais corações pela atração do próprio coração".

- R. J. Palácio em "Extraordinário" 

 

domingo, 28 de maio de 2017

sábado, 27 de maio de 2017

"Quem se ocupa em magoar, há tempos perdeu o rumo do que seja se gostar... porque quem se faz bem, quem se cuida, se ama de verdade, não imprime no outro a dor que não deseja a si... É simples, não é?" 

- Gi Stadnicki


sexta-feira, 26 de maio de 2017

quinta-feira, 25 de maio de 2017

"Vivemos da memória, que é a imaginação do que morreu; 
da esperança, que é a confiança no que não existe; 
do sonho, que é a visão do que não pode existir". 

- Fernando Pessoa 


 

terça-feira, 23 de maio de 2017

"Querido Jim Morrison,

Uma vez você disse: 'Um amigo é alguém que dá liberdade total para você ser você mesmo - e especialmente para sentir ou não sentir. Qualquer coisa que você sinta naquele momento está bom para ele. É o que o amor verdadeiro significa - deixar alguém ser ele mesmo'. Obrigada por dizer isso, porque tenho pensado no assunto. Acho que há muito tempo estou tentando me sentir como acho que devo, em vez de ser quem realmente sou".

- Ava Dellaira em "Cartas de amor aos mortos" (p. 274)  

 

segunda-feira, 22 de maio de 2017


"eu não sei o que é viver uma vida equilibrada
quando fico triste 
eu não choro eu derramo
quando fico feliz
eu não sorrio eu brilho
quando fico com raiva
eu não grito eu ardo

a vantagem de sentir extremos é que 
quando eu amo eu dou asas
mas isso talvez não seja
uma coisa tão boa porque
eles sempre vão embora
e você precisa ver
quando quebram meu coração
eu não sofro
eu estilhaço"

- Rupi Kaur em "Outros jeitos de usar a boca"

domingo, 21 de maio de 2017

sábado, 20 de maio de 2017

"Paremos de indagar o que o futuro nos reserva e recebamos como um presente 
o que quer que nos traga o dia de hoje." 

- Heráclito


sexta-feira, 19 de maio de 2017

"Desapego não é abandonar o mundo, mas sim, abandonar a ilusão de que é através do mundo e dos objetos que alcançaremos a felicidade".

- Swami Paramarthananda 

quinta-feira, 18 de maio de 2017

"Há tanta beleza no simples.
Num simples sorriso, no olhar de quem te ama.
Tanta riqueza, tanto poder no que não se compra, no que é realmente teu.
Sabe o que de fato te pertence?
O que o amor fez brotar em ti.
O resto é poeira, mesmo que tenha custado todo o teu dinheiro ...
Sofisticado é guardar o que um dia foi ternura".

- Wanderly Frota 



quarta-feira, 17 de maio de 2017

"Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida
E outra vida que é pensada,
E a única vida que temos
É essa que é dividida
Entre a verdadeira e a errada".

Fernando Pessoa 


terça-feira, 16 de maio de 2017

segunda-feira, 15 de maio de 2017

"Que a vida seja leve e que o dia, apesar de breve, traga alegrias novinhas,
esperanças fresquinhas e uma incrível vontade de se reinventar.
Há felicidade lá fora, mas é dentro da gente
que ela começa a brotar".

- Rosi Coelho


 

domingo, 14 de maio de 2017

sábado, 13 de maio de 2017

sexta-feira, 12 de maio de 2017

"É preciso ter começado a perder a memória, mesmo que seja só aos pedaços, 
para se dar conta de que a memória é o que constitui toda nossa vida.
Uma vida sem memória não seria vida, como uma inteligência sem possibilidade
de se expressar não seria inteligência. Nossa memória é nossa coerência,
nossa razão, nossa ação, nosso sentimento. Sem ela não somos nada ...
A memória, indispensável e portentosa, é também frágil e vulnerável.
Não está ameaçada apenas pelo esquecimento, seu velho inimigo,
mas também pelas falsas lembranças que a invadem dia após dia ...
A memória é invadida continuamente pela imaginação e o sonho e, 
já que existe a tentação de acreditar na realidade do imaginário,  acabamos por fazer uma verdade de nossa mentira. O que, por outro lado, tem uma importância
apenas relativa, já que uma é tão vital e pessoal quanto a outra".      

- Luis Buñuel in "Meu último suspiro"

quinta-feira, 11 de maio de 2017

"Quem nos deu asas para andar de rastros?
Quem nos deu olhos para ver os astros
- Sem nos dar braços para os alcançar?"
 
- Florbela Espanca, in "Charneca em Flor"


quarta-feira, 10 de maio de 2017

terça-feira, 9 de maio de 2017

"Sou muito agradecido à mãe natureza por ter me dado minha tristeza.  
É ela que me poupa de, alegremente, comemorar a perda de um amigo 
ou a perda dos dedos da mão. Ou ficar indiferente a isso.  
Bendita tristeza que não me permite ser absurdo em relação a tudo que me acontece vindo de externo a mim. Sou também grato a ela por me permitir ter 
um estado de espírito adequado à perda de ilusões. É muito aliviante poder estar triste quando constato não possuir, realisticamente, as virtudes que, ilusoriamente, eu me atribuía. Um fardo inútil que se deixa de carregar. 
E também, menor flagelação quando não correspondo às virtudes que não tenho. Bendita tristeza que não me permite ser absurdo em relação a mim mesmo. 
E bendita alegria que me permite comemorar a recuperação de meu amigo 
e a posse das virtudes que realisticamente possuo. E bendita inveja que me faz querer possuir o que meu inimigo possui, e bendita admiração que me faz comemorar o que meu amigo possui, como se eu mesmo possuísse. 
Estou defendendo que a tristeza, apesar de dolorosa, é uma capacidade humana necessária, boa. E não, como habitualmente se acredita que, por ser dolorosa, 
é ruim. Ela é, mesmo, uma das mais infinitas variações da realidade externa ou à relação de cada um consigo mesmo. Numa palavra, permite adaptação." 

- Trecho do artigo "Em defesa do meu direito de ser triste" do psiquiatra Oswaldo D. Di Loreto


segunda-feira, 8 de maio de 2017

"Cada vez mais cedo, crianças têm sido encaminhadas, diagnosticadas e medicadas como hiperativas e/ou desatentas. No contexto escolar, a hiperatividade e/ou déficit de atenção apresenta-se como justificativa corrente para o fracasso escolar de um número expressivo de crianças, atribuindo-se a elas a responsabilidade por não aprender e isentando de análise o contexto escolar e social em que estão inseridas.
A venda de ritalina triplicou nos últimos cinco anos no Brasil [...]
Por trás dessas crianças que se portam mal pode haver situações de disputa, violência doméstica, mudanças, divórcios. E, em lugar de indagar sobre o problema, de interpretá-lo, de analisá-lo, este é dissimulado por comprimidos”.

In: EIDT, Nadia Mara & TULESKI, Silvana Calvo. Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade e Psicologia Histórico-Cultural.








domingo, 7 de maio de 2017

sábado, 6 de maio de 2017

sexta-feira, 5 de maio de 2017

quinta-feira, 4 de maio de 2017

"Não crie romances onde não tem.
Não construa pontes para quem não vem.
Não alimente expectativas em cima de sinais vagos e semblantes incertos.
Não se ofenda com demoras de quem nunca deu certeza de estar por perto."

- Fabíola Simões


 Cena do filme "O amor não tira férias"

quarta-feira, 3 de maio de 2017

terça-feira, 2 de maio de 2017

"Qualquer coisa que o perturba é pra te ensinar a paciência.
Qualquer um que te abandone é pra te ensinar a levantar-se com os próprios pés.
Qualquer coisa que te irrita é pra te ensinar o perdão e a compaixão.
Qualquer coisa que tenha poder sobre você é para te ensinar 
a tomar de volta o teu poder.
Qualquer coisa que te provoque ódio é para te ensinar o amor incondicional.
Qualquer coisa que você teme é para ensinar coragem para superar o medo.
Qualquer coisa que você não possa controlar é para te ensinar a deixar ir 
e confiar no Universo.

- Jackson Kiddard



 

segunda-feira, 1 de maio de 2017