Total de visualizações de página

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Compartilhando ideias (Psicoterapia com adolescentes):
O desafio de atender adolescentes na terapia individual ou em grupos é que não dá pra usar tantos recursos lúdicos (brinquedos, por exemplo) como com as crianças. É preciso ter ainda mais criatividade e usar outras estratégias além de jogos, desenhos, colagens ...

Nessa semana comprei o livro "A clínica gestáltica com adolescentes" e no capítulo "Atendendo adolescentes na contemporaneidade", de Rosana Zanella e Maria Estela Benedetti Zanini, as autoras propõem um "Stop Psicológico". Sabe a brincadeira Stop - nome, cor, fruta, animal ... com uma letra inicial?

No Stop Psicológico são propostos temas como: "Eu sou", "Gosto de", "Tenho medo de", "Minha mãe é", "Meu pai é", "Na minha escola tem", "Tenho raiva de" ... 
Hoje utilizei essa ferramenta com um grupo de pré-adolescentes e foi muito divertido, mesclamos essas categorias com algumas tradicionais do jogo, e além de darmos boas risadas também discutimos alguns temas que apareceram.

Fica a dica! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário