Total de visualizações de página

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

"Uma loba matou um de seus filhotes que estava mortalmente ferido. Para mim foi como uma dura lição sobre a compaixão e a necessidade de permitir que a morte venha aos que estão morrendo. As lagartas que caíam dos seus galhos e voltavam a subir, arrastando-se, me ensinaram a determinação. As cócegas do seu caminhar no meu braço me revelaram como a pele pode ter vida própria".

- Clarissa Pinkola Estés em Mulheres que correm com lobos (p. 17)



Nenhum comentário:

Postar um comentário