Total de visualizações de página

sábado, 4 de outubro de 2014

"Na vida, não podemos escolher mais do que duas ou três coisas, que não costumam ser as mais importantes. Mas sempre nos resta o consolo de reclamar que não nos deixaram escolher, que alguém nos impôs certas coisas, que não fomos avisados, não tivemos tempo de reagir, não estavamos preparados (e quem está?). Em segredo guardamos a ideia de que nosso futuro é inquietante (temos medo de falar dele), mas gostaria de acrescentar algo a isso: a escolha da nossa atitude diante de circunstâncias que não podemos alterar, a decisão de como seguir em frente com a vida a partir de agora, nossa maneira de encará-la, o tipo de pessoa em que estamos nos transformando, tudo isso são escolhas íntimas e pessoas, que só devemos à nós mesmos."

- "O livro de Julieta" - Cristina Sánchez-andrade.


Nenhum comentário:

Postar um comentário