Total de visualizações de página

domingo, 9 de abril de 2017

"Você me lembra uma borboleta  ... 
Bem, para mim uma borboleta é uma coisa esquisita.  
É uma coisa de que você pode se aproximar bastante, 
por assim dizer como um amigo novo, mas justamente quando consegue 
estar junto dela e fazer-lhe festas ou aproximá-la de você e olhá-la,  
ela voa para longe.
Vê - se não a cansarmos ou molharmos até que ela esteja tão cansada 
que já não possa voar mais - ou então a ensinarmos a confiar em nós - 
não podemos aproximar-nos para tocar-lhe ou descobrir qualquer coisa sobre ela, 
a não ser à distância. 
É nesse sentido que você me lembra uma borboleta. 
Algo que deveria ser belo visto de perto, 
mas de que não nos podemos aproximar o necessário ".

- In: Carl Rogers - "Grupos de encontro" (p. 39).


Nenhum comentário:

Postar um comentário