Total de visualizações de página

domingo, 19 de março de 2017

"Porque eu sou feita de um tecido de gente que na dor se desintegra e na felicidade se recompõe inteira.
Bom é que apesar da minha alma se esgarçar de tempos em tempos, vem sempre ao encontro uma mão habilidosa para recompor os meus fios, um a um.
Às vezes em forma de gente, às vezes em forma de esperança".

- Érica Gaião 



Um comentário:

  1. Muito linda e profunda essa reflexão Luciana
    Beijos e feliz domingo

    ResponderExcluir