Total de visualizações de página

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

"Por que não é adequado buscar nos outros aquilo que não obtivemos no seio familiar, ou seja, cobrir com outros nossas carências afetivas?
Porque seria como tentar abrir uma porta com um martelo no lugar da chave. Com o martelo, possivelmente conseguiremos abri-la, mas a quebraremos, e ela não mais voltará a servir como porta.
E também por uma outra razão, que aprendi por meio dos muitos casos que vi como terapeuta: porque esses afetos, ainda sendo muito sentidos, nunca podem substituir realmente outros afetos. Um afeto não substitui outro, como uma pessoa não pode substituir outra em nosso coração".

Joan Garriga Bacardí em "Onde estão as moedas? As chaves do vínculo entre pais e filhos"(p. 38-39) 


Nenhum comentário:

Postar um comentário