Total de visualizações de página

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

"O Amor não morre com o corpo físico. O Amor sempre permanece. [...]
As lágrimas são feitas de água salgada, como o mar. 
Chorar essa emoção é como tomar banho de mar de dentro para fora.
Tudo pode morrer, exceto o Amor. Só o Amor merece a imortalidade dentro de nós".

- Ana Claudia Quintana Arantes in "A morte é um dia que vale a pena viver" (p. 189)


Um comentário:

  1. Deveras, eu concordo! Mas.. Penso: a 'imortalidade dentro de nós' não seria uma sentença à imortalidade? Soou-me aos ouvidos como se fora: 'Só o Amor merece imortalizar-nos Nele..." Mas peço que me perdoes o atrevimento. Abraçossssssssssss

    ResponderExcluir