Total de visualizações de página

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Sempre acreditei na força do dia seguinte. Talvez por não existir mesmo outra saída, talvez por ser uma otimista de carteirinha. 
Minha crença no "nada como um dia após o outro" me faz achar que não há problema que resista a minha confiança. Não existe sonho que resista a minha dedicação. 
Pode ser um pouco de ingenuidade, mas é também muito de força de vontade. O impulso que não me deixa desistir, pelo contrário, me faz insistir. 
O "quando" importa menos que o "por que" -- e é só isso que importa!

- Fernanda Gaona



Nenhum comentário:

Postar um comentário