Total de visualizações de página

segunda-feira, 16 de abril de 2018

"Sentir-se insuficiente para alguém que se ama é angustiante. Certificar-se é devastador, embora não irrecuperável. Com a infidelidade conjugal, o parceiro 'anterior' é perdido, mas partes dele continuam presentes. A identidade de esposo fiel se vai, mas nem tudo é perdido, visto que a infidelidade não apaga o que foi vivenciado, nem as boas nem as más experiências".

(Figueiredo e Souza em "As perdas ambíguas e a infidelidade conjugal" - no livro "O resgate da empatia").


Nenhum comentário:

Postar um comentário