Total de visualizações de página

sexta-feira, 7 de julho de 2017

"Viajar significativa aventurar-se, abrir-se ao desconhecido, ao estranho,se deixar afetar por ele, de alguma maneira voltar da viagem um pouquinho diferente
do que se era na partida. Abandonar um pouco de lado as referências e marcas que definem o que gostamos, sentimos e queremos
e deixar que a convivência com o estranho, o diferente, estremeça algo de nossos hábitos mentais e afetivos,livrando as amarras que a rotina impõe.
Viajar, nessa perspectiva, significa ampliar a experiência do sujeito, trazendo para dentro do seu campo algo que era antes incapaz de ser percebido, sentido ou pensado. (...) É essa abertura ao estranho e a possibilidade
de contemplá-lo e deixar-se invadir que permite [...] fazer de sua viagem [...] um mergulho do qual ele emerge 'a mesmo pessoa, mas mudada até os ossos'. (...) Os mares da experiência humana não cessam de se expandir.
E estes estarão sempre à esperados verdadeiros viajantes.

 - Benilton Bezerra Junior em " As diversas formas de ir e voltar"


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário