Total de visualizações de página

segunda-feira, 4 de abril de 2016

"Temos saudade do que a mente sonhou e a vida deixou partir. 
Do que é lembrado com ternura, e permanece existindo 
como um refúgio invisível dentro de nós. 
Do que não resistiu como memória palpável, mas jamais deixará de fazer falta. 
Do que fomos, do que queríamos ser, da parte de nós 
que teve que ser deixada para trás."

- Fabíola Simões



Nenhum comentário:

Postar um comentário