Total de visualizações de página

domingo, 6 de março de 2016

"Por respeitar seu coração, eu digo: não, eu não te amo como você me ama. 
Por respeitar seus sentimentos eu afirmo: não é recíproco. 
Desculpa, eu não sei fingir os sentimentos. 
Eu não quero te dar as mãos tendo a mente entrelaçada em outro alguém. 
Não quero entrar nisso pensando: talvez eu consiga gostar dele também. 
Não quero dizer "sim" só pra não ver você chorar. Não quero. 
Isso é coisa de gente que não pensa no coração dos outros. 
Olha nos meus olhos, eu quero o seu bem. 
E eu respeito tanto o seu amor que o rejeito. Não vou brincar com ele. 
Não vou pisa-lo. Não. 
Ele é bonito demais pra ser desperdiçado com a falta de reciprocidade. 
Plante-o em outro lugar. Em um outro coração de solo fértil. 
Pra que ele cresça e você colha os frutos tão lindos. 
Você merece mais que o quase. 
Por respeitar seu coração, eu peço, não o dê pra mim. 
Você encontrará seu lugar, alguém pra amar, andar de mãos dadas
 e ouvir Los Hermanos contigo. 
Se precisar de um abraço e conselhos, eu estarei sempre aqui. 
Desculpa se estou quebrando seu coração. Faço isso por respeita-lo. 
Pra protegê-lo de uma dor maior no futuro. Vai ficar tudo bem, eu prometo. 
Você vai encontrar todo o amor que merece. E, acredite em mim, você merece muito. 
Eu te respeito. E essa é a minha forma de mostrar meu amor por você."

- Drica Serra- A menina e o violão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário