Total de visualizações de página

sexta-feira, 30 de maio de 2014

“Até onde podemos ir? Até o limite do suportável. Um belo dia, depois de inúmeras repetições do mesmo erro, a gente desiste. Com tristeza pela perda, mas com alegria pela descoberta, diz pra si mesmo: cheguei até aqui. 
E, então, a vida muda.” 

- Martha Medeiros




Um comentário:

  1. Olá lindo blog, belas poesias e imagens.
    já li algumas.
    abraços
    janicce

    ResponderExcluir