Total de visualizações de página

domingo, 27 de abril de 2014

"Do que pôde ser visto, do que pôde ser tocado, do que pôde ser sentido, do que foi vivenciado, disto é feito a eternidade diária, a felicidade transitória, a tristeza passageira, o agora. Mesmo quando o dia findo, a noite ida, a madrugada vindo, um recomeçar à espreita que, no fundo, é só continuação. A narrativa pode ser refeita mesmo quando as palavras não. Troque a disposição das tuas frases, descubra o sinônimo mais adequado, ponha força no pensamento que te representa e beneficia... Experimente com inteireza cada estação do ano até que se possa estar cada vez mais presente em cada estação do dia.

Seja tão você até que ser tão feliz seja uma coisa só."

- Marla de Queiroz


Nenhum comentário:

Postar um comentário