Total de visualizações de página

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

O Ponto Negro


Conta-se que um professor preparou sua aula estendendo um grande lençol branco numa das paredes da sala. À medida que os alunos iam entrando, tinham sua curiosidade despertada por aquele objeto estranho estendido bem à sua frente.

O professor iniciou a aula perguntando a todos o que viam. O primeiro que se manifestou disse que via um pontinho preto, no que foi seguido pelos demais. Todos conseguiram ver o pontinho preto que fora colocado, de propósito, no centro do lençol branco.
Depois de perguntar a todos se o ponto preto era a única coisa que viam, e ouvir a resposta afirmativa, o professor lançou outra questão:

—Vocês não estão vendo todo o resto do lençol? Vocês conseguem somente ver o pequeno ponto preto e não percebem a parte branca, que é muito mais extensa?
Naquele momento os alunos entenderam o propósito da aula: ensinar a ampliar e educar a visão, para perceber melhor o conjunto e não ficar atento somente aos pormenores ou às coisas negativas.

Essa é, na maior parte das vezes, a nossa forma de ver as pessoas e situações que nos rodeiam. Costumamos dar um peso exagerado às coisas ruins e pouca importância ao que se realiza de bom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário